PADRE É CONDENADO POR EXPLORAÇÃO SEXUAL EM PERNAMBUCO

A Justiça de Pernambuco condenou, em decisão inédita, um padre da Igreja Católica acusado de exploração sexual de adolescentes, no município de Cabrobó, no Sertão do Estado. Evandro Bezerra dos Santos, de 42 anos, que já estava afastado desde agosto do ano passado, recebeu a pena de dois anos de reclusão pelo crime, que envolve o abuso de adolescentes em troca de dinheiro ou presentes, dentro da própria casa paroquial.

A deliberação do juiz Marcus César Gadelha tem dividido opiniões entre a população, já que deixa margem para que seja convertida em um sistema de liberdade vigiada. Nesta forma, o réu teria que cumprir uma série de proibições, como a de não se aproximar efetivamente de crianças. O Ministério Público, que discorda desta formatação, deve recorrer da decisão por qualifica-la como branda para a gravidade do fato.

Após dois anos de investigações, a polícia de Cabrobó conseguiu prender Evandro, na época encontrado em um sítio, localizado na cidade de Floresta e detido em cumprimento de um mandado de prisão. O religioso foi transferido para Floresta após praticar atos de pedofilia contra menores em Cabrobó, onde continuou exercendo a batina. O caso corre em segredo de Justiça e o número de vítimas não foi confirmado, mas a polícia acredita que o suspeito esteja envolvido em diversos outros crimes relacionados a prática de pedofilia .

O acusado, que só ficou preso por cerca de um mês, está atualmente respondendo ao processo em liberdade, instalado em uma comunidade terapêutica na cidade de Barretos, em São Paulo, por recomendação da Igreja Católica. Ainda não há data definida para o julgamento do recurso.

 
Fonte: Folha PE.
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.