BLOCO LÁ VEM UDINHO ABRE OFICIALMENTE CARNAVAL DE AMARAJI

Neste sábado (09/01) iniciaram oficialmente as festas carnavalescas de Amaraji e como de costume a 15 anos que saem pelas ruas os foliões aos passos do Bloco Lá vem Urdinho marcaram presença e desfilaram ao som da orquestra 4 de outubro, a Rua como é conhecida como rua da verdura ficou pequena para tanta gente que o que queria saber mesmo era de frevar, a frente do Bloco a filha do saudoso Udinho a Sra. Bernadete Brito em entrevista a  nossa equipe disse que estava muito alegre ao ver que o que o pai idealizou ainda continua vivo na memória e na história de Amaraji, até pode-se dizer que o o Bloco do Udinho ainda continua sendo o maior e mais tradicional bloco da cidade.

BIOGRAFIA DE UDINHO
Nascido em 12 de setembro de 1929 do matrimônio de Antonio Inácio de Brito e Joana Pessoa de Brito.  Airdes Inácio de Brito o popular “Udinho” levou muitas alegrias as famílias amarajienses.
Quando criança muito obediente e esforçado, aprendeu desde cedo as responsabilidades da vida. Perdeu seu pai aos 4 anos de idade e ficou sendo o único homem da família de suas 08 irmãs.
Concluiu a 4ª série e não continuou os estudos por conta das dificuldades da época . Natural de Amaraji morou sua infância na rua Duque de Caxias conhecida como rua D’água . Saiu de sua casa para construir sua nova família , com Maria Elizabete Cabral de Brito , já um pouco estruturado e experiente , obteve sua borracharia cuidou de seus 06 filhos e foi um pai exemplar, se esforçando para que eles tivessem um futuro melhor. Com ele trabalhava em borracharia um de seus personagens no Zé PERREIRA foi o homem borracha confeccionada por ele, e tantas outras lembranças em CD por nosso amigo Marcelo Briani.
Foi um verdadeiro animador de festas, e bloco carnavalescos , sem pré humilde e prestativo aos poucos cativou pessoas que lhe seguiam em todos os eventos, também se apresentava nas cidades vizinhas animando toda turma , e depois de 42 anos de pura falia deixou parentes, amigos e familiares na saudade.
Apesar de suas fantasias “Udinho” não usava máscara: mantinha sua família a custa de muito trabalho, nunca envergonhou-se de nenhuma situação tanto é que dando início a seu mundo de sonhos desfilou pelas ruas a pé, de jumento, carroça, caminhão, jeep, etc . E sem se importar muito com a repercussão que o fato iria causar. Na verdade ele recebe o carinho e o entusiasmo de todos Amarajienses.


Fotos e vídeos: Equipe Amaraji Notícia



Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.