BATALHÃO DE CHOQUE EVITA PROTESTO EM ESCADA

Um protesto acabou em confusão durante a madrugada desta terça-feira (27), em Escada, na Mata Sul de Pernambuco . De acordo com a Polícia Militar, os moradores da região invadiram os prédios de uma construtora e queimaram pneus, obstruindo a BR-101. A Polícia Militar disse que realizou disparos de arma de fogo para dispersar o protesto. Um dos manifestantes diz ter sido atingido perto do olho.
O motivo da manifestação é uma briga pelo terreno ocupado por uma construtora na cidade. “O Gati [Grupo de Apoio Tático Itinerante] chegou atirando e onze pessoas ficaram feridas, inclusive uma gestante”, afirma um dos manifestantes, José Fernando Vieira da Silva, de 40 anos. Ele deu entrada no Hospital da Restauração (HR), no Recife, na manhã desta terça e conta que foi atingido de raspão perto do olho. “Levei um tiro no olho direito. Foi de raspão, mas posso ficar com sequelas”, afirma José. De acordo com o posto policial da unidade de saúde, ele foi o único a dar entrada na unidade de saúde com um tiro de balas de borracha e já recebeu alta.

A Polícia Militar, no entanto, não confirma o depoimento do manifestante. De acordo com o Tenente Mário, do 21º Batalhão, que esteve à frente da Operação, os tiros foram apenas para dispersão e ninguém ficou ferido. Ainda segundo o tenente, a situação já foi controlada.

Até as 6 da manhã o Batalhão de Choque ainda se encontrava as margens da BR 101 próximo a Escola Agrícola para evitar futuras aglomerações.
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.