PM ACUSADO DE MATAR ESTUDANTE EM SÃO LOURENÇO

O policial militar acusado de matar um estudante na madrugada deste domingo (23), em São Lourenço da Mata, Região Metropolitana do Recife (RMR), foi autuado em flagrante e encaminhado ao Centro de Reeducação da Polícia Militar (Creed). Rodrigo Alves de Souza, de 28 anos e quatro atuando como policial, será indiciado por homicídio doloso.

Rodrigo participava de uma ronda do Grupo de Ação Tática Itinerante (Gati) e teria atirado sem motivos aparentes em Alex Moura da Silva, 19 anos, estudante de engenharia civil na faculdade Maurício de Nassau e professor de informática no Colégio Imaculada Conceição. O jovem deixa uma filha de três meses.

De acordo com informações de familiares, Alex estava em uma festa no bar de um parente, quando se dirigiu com quatro amigos a um local conhecido como Campo Várzea Fria, no bairro Capibaribe, em São Lourenço. Neste momento, quatro policiais do Gati chegaram e, segundo relataram os amigos da vítima, começaram a atirar sem realizar nenhuma averiguação preliminar.

O estudante foi baleado e levado pelos próprios policiais à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Avenida Caxangá, na Zona Oeste do Recife, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos. Moradores da localidade que não quiseram se identificar informam que os policiais envolvidos na morte de Alex já são conhecidos na área pela violência com que atuam.

O enterro de Alex aconteceu por volta das 17h30, no cemitério de São Lourenço da Mata. O sepultamento foi acompanhado de perto pela polícia e houve protesto dos presentes, além de homenagens à vítima.

Fonte: Ne 10.
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.