POLICIA CIVIL SEGUE INVESTIGANDO CRIME BÁRBARO EM VITÓRIA DE SANTO ANTÃO

Um crime bárbaro e um cenário deixado pela ação dos assassinos, chocou os moradores da Cidade de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata do Estado neste último final de semana, onde vitimou o cozinheiro Emanoel Valentim , de 32 anos, conhecido por “Manú”. Ele foi executado a tiros e teve seu corpo esfaqueado por dois homens, dentro do apartamento onde morava no Bairro Livramento. De acordo com testemunhas do crime, dois rapazes de 16 e 19 anos foram até o edifício na tarde do sábado e começaram a beber com o cozinheiro. Eles ficara ouvindo som até a noite e foram embora, deixando Emanoel em casa. 
Horas depois, a dupla voltou para o apartamento, onde ligaram novamente o som e iniciaram uma discussão com a vítima. Uma vizinha de Emanoel, que não quis se identificar, informou que a música alta pode ter sido estratégia dos dois para executar o homem. “ Estava muito alto, por isso não ouvimos nada. Na madrugada do domingo, algumas pessoas disseram que viram os dois rapazes saindo correndo apartamento”. Quando chegaram ao local do crime, os policiais acharam o apartamento todo sujo de sangue. Havia marcas de mãos e pés feitas com o sangue da vítima. O imóvel estava revirado e apresentava sinais de luta, como se Emanoel tivesse reagido e tentado fugir. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Ariosto Esteves, o motivo do crime teria sido passional. “Já conseguimos identificar os suspeitos e constatamos que o mais velho tinha um relacionamento com Emanoel há mais de quatro anos” explicou. Ainda de acordo com o delegado, desta vez, a briga teria sido motivada pela suspeita de que o companheiro da vítima teria engravidado um garota.
Com informações do Portal A Voz da Vitória.
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.