ABATEDOURO PÚBLICO DA CIDADE DE ESCADA MOBILIZA PREFEITOS ELEITOS.

Prefeitos eleitos dos municípios de Cabo de Santo Agostinho, Amaraji, Cortês, Primavera, Vitória de Santo Antão, Ipojuca, Ribeirão e Gameleira participaram esta semana de um encontro organizado pela Secretaria de Agricultura do Estado, que aconteceu na Escola Técnica Luis Dias Lins (Agrícola), em Escada, na Zona da Mata do Estado.

O evento serviu para discutir o funcionamento do Abatedouro Público de Escada que aguarda instalação dos equipamentos de refrigeração para iniciar os trabalhos.

Vitória de Santo Antão, por exemplo, tem dois matadouros interditados, mas o município não planeja abater os seus animais aqui. Os representantes da cidade do Cabo concordam em transferir o abate para o município, mas é preciso definir de quem será a responsabilidade pela administração. Em Escada e Primavera o abate acontece de forma indesejável.

Depois de pronto, o abatedouro de Escada terá capacidade de beneficiar, em média, 80 animais por hora e, se o consórcio entre os municípios vingar, aproximadamente 500 animais serão abatidos por dia. Com o abatedouro em funcionamento, todos os municípios e centros de venda da carne verde terão que se adaptar e instalar câmaras frias para receber os bois abatidos e garantir qualidade da carne no mercado. É possível que ainda neste mês de novembro os equipamentos funcionem em caráter experimental.

Com informação do Blog Escada.
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.