EM GAMELEIRA, POLÍTICOS QUEREM ASSEGURAR SEUS 13º SALÁRIO

A vereadora Loide Rodrigues (PSB), em seu segundo mandato consecutivo na Câmara Municipal de Gameleira, na Mata Sul, se posiciona indignada diante do Projeto de Lei que dá direito aos agentes políticos receberem o 13º (décimo terceiro) salário.

Aprovado na Câmara no final de agosto, a proposta beneficia a prefeita que recebe R$ 18 mil, o vice-prefeito R$ 9 mil e para os Secretários R$ 5.500,00, mais 1/3 (Um terço) de férias. A Lei no Artigo 4º prevê que os valores poderão ser alterados quando ocorrer revisão geral anual dos servidores públicos municipal, e nos Artigos 1º e 2º dar o direito de seus 13º serem pagos sempre no mês de dezembro, fazendo assim quando saírem do governo terem seus direitos garantidos pela Lei.

“Onde está a crise que a prefeita de Gameleira tanto prega dentro do nosso Município para pagar aos servidores seus direitos? Como pode a Prefeita Verônica que tem usado a crise financeira nacional e municipal para não realizar as prioridades da gestão pública e termina enviando um Projeto dessa natureza?”, questionou a parlamentar que foi a única a votar contra o benefício.

Segundo Loide Rodrigues, a prefeita de Gameleira ainda não honrou o pagamento do mês de dezembro de 2016 aos profissionais efetivos da Educação, bem como não foi pago a alguns servidores o direito de 1/3 (um terço) de férias, além de, segundo a vereadora, não vem pagando aos carros agregados e aos fornecedores da prefeitura.

Comentários

comments