COMERCIANTES ACUSAM PREFEITURA DE ESCADA DE CORTAR ENERGIA DO MERCADO PÚBLICO

Os comerciantes do Mercado Público de Escada alegam estar sem energia elétrica nos boxes desde a madrugada do último sábado (1º). Donos de estabelecimentos que trabalham com alimentação, como bares, açougues e lanchonetes, precisaram fazer ligações clandestinas para não perder mercadorias, além de continuar exercendo os serviços que necessitam de eletrodomésticos, como freezer, geladeira e microondas.

Na tarde desta segunda-feira (3), segundo os comerciantes do mercado público, eles foram surpreendidos com a chegada de funcionários da prefeitura, que arrancaram as tomadas dos de alguns boxes, deixando ligada, apenas a energia das lâmpadas que ficam no teto dos estabelecimentos. Eles teriam avisado que, quem quisesse funcionar com energia, precisaria instalar o seu próprio medidor.
 
Uma comerciante que não quis se identificar,  informou que a Prefeitura de Escada é quem arca com os custos da energia do mercado, mas que, já há algum tempo, correm os comentários de que o governo municipal iria mandar cada estabelecimento instale o seu medidor, assumindo a conta de luz. 
 
A dona de lanchonete conta também que um funcionário da prefeitura havia convocado uma reunião com os comerciantes, mas que ninguém recebeu convite formal e o prefeito não compareceu. Segundo ela, os comerciantes já tentaram diálogo com o governo municipal, mas a cada vez que ligam para o seu gabinete, é informado que o prefeito não está. 
 
Nota da Celpe

“Sobre fornecimento de energia para o Mercado Público de Escada, na Mata Sul do Estado, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) informa que não recebeu qualquer solicitação para realização do serviço de nova ligação de energia em boxes na localidade. A concessionária esclarece que, em conformidade com os critérios estabelecidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em caso de múltiplas ligações – como em boxes que compõe a estrutura de um Mercado Público, o cliente solicitante precisa apresentar projeto técnico, que deve passar por avaliação da concessionária para posterior aprovação e execução. 
 
Com relação à suspensão no fornecimento de energia do Mercado Público, a companhia informa que não realizou o serviço, e irá encaminhar equipe para averiguar a situação no local. A concessionária informa, ainda, que apenas técnicos da empresa têm autorização para acessar a rede de distribuição de energia. A Celpe se coloca à disposição”.
Resposta da prefeitura
Até o fechamento desta matéria, não conseguimos resposta da Prefeitura de Escada. A reportagem tentou contato direto com o prefeito Lucrecio Gomes (PSB), bem como seus alguns de seus secretários, que não atenderam os telefones ou as chamadas não chegaram a ser completadas.
 
Do Diario de Pernambuco.

Comentários

comments