VIA DO TRABALHO APRESENTA PROJETO ESTRUTURADOR PARA A AGRICULTURA FAMILIAR

Um acordo de cooperação firmado entre a Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (SARA) e demais instituições públicas, no último mês de agosto, vai permitir a realização de ações estruturadoras no assentamento Fazenda 21, em Jaboatão dos Guararapes. O evento oficial que marca o início desta proposta para a reforma agrária no Estado, e traz o anúncio às famílias beneficiadas, está previsto para acontecer nesta quinta-feira (20/09), às 9h, no auditório do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), no bairro do Bongi.

Assinaram o referido acordo, além do secretário Wellington Batista, representantes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). O IPA e o Instituto de Terras e Reforma Agrária do Estado de Pernambuco (Iterpe),  órgãos vinculados à SARA, junto com o Incra, a UFRPE a organização social Via do Trabalho, serão responsáveis pela coordenação, execução e acompanhamento das ações relativas aos trabalhos em campo, incluindo o cadastramento das famílias e produção de dados para subsidiar a elaboração do planejamento.

O objetivo é o apoio ao projeto de referência com vistas ao desenvolvimento do assentamento Fazenda 21, imóvel Penanduba, com 55 famílias e que possui uma área de 565 hectares. Contempla estudos, pesquisas e desenvolvimento e assistência técnica ampla para a organização da base produtiva, industrial e comercial formada por agricultores e agricultoras familiares inseridos no projeto.

“A Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária e suas vinculadas estão disponíveis para ampliar as parcerias com os movimentos sociais, universidades, sindicatos e conselhos municipais, objetivando o desenvolvimento da agricultura familiar em Pernambuco”, considerou o gestor da pasta, Wellington Batista.

A iniciativa vai promover o acesso dos grupos às políticas públicas indicadas no âmbito federal, nos diversos ministérios, e no estado de Pernambuco, em suas diversas secretarias, e a sua integração aos mercados. A vigência será de 24 meses a partir da data de assinatura.

Comentários

comments