POMBOS TEM AGÊNCIA DO BANCO DO BRASIL EXPLODIDA

Uma agência do Banco do Brasil foi alvo de explosão em Pombos, entre a Zona da Mata Sul e Agreste de Pernambuco, na madrugada desta terça-feira (03/7). De acordo com a Polícia Civil, além da investida contra o banco, por volta das 2h30, os suspeitos do crime atiraram várias vezes com fuzis e pistolas contra a Delegacia e o destacamento da Polícia Militar que também ficam no Centro da cidade.

Não há informações sobre feridos durante a ocorrência. Nas redes sociais, imagens mostram o tamanho da destruição causada pela explosão. Por volta das 3h50, viaturas do 21º Batalhão da Polícia Militar (BPM) seguiram para o local do crime. Os assaltantes também colocaram grampos nas vias da área para impedir a reação dos policiais e fugiram. Foram cerca de 15 homens que chegaram ao Centro de Pombos e estavam em três carros e em uma motocicleta.

Ainda de acordo com a Polícia, em pouco minutos, os bandidos conseguiram abrir dois dos três caixas da agência, localizada na Rua Joaquim Falcão. A PM informou que eles conseguiram levar dinheiro, mas não informou a quantia. Na fuga, houve troca de tiros com policiais do Grupo de Apoio Tático Itinerante (GATI). O grupo escapou em direção a uma área rural. O Esquadrão Anti-bombas foi acionado, pois alguns artefatos explosivos foram deixados no interior do prédio.

Pombos se insere aos demais municípios da região, a exemplo de Amaraji, Escada e Glória do Goitá que também passaram por investida criminosa semelhante ano passado, as quais dependem de agências como a do BB e da Caixa para efetivar a movimentação da vida financeira dessas cidades.

Roubo a bancos
Apesar das constantes investidas criminosas a bancos em Pernambuco, o quantitativo ainda está abaixo do que foi registrado em 2017. Esses foram os dados do Sindicato dos Bancários, divulgado na segunda-feira (2). As estatísticas mostram que os assaltos entre janeiro e junho deste ano chegam a marca de 93 ocorrências, quatro a menos que no ano passado.

O Agreste e Região Metropolitana do Recife são os maiores alvos dos grupos criminosos. O primeiro semestre do ano já marca 40 e 21 roubos a bancos, respectivamente. Em 2017, a RMR somou 63 ocorrências deste tipo.

Do A Voz da Vitória.

Comentários

comments