JOVENS TÊM ATÉ ESTA QUARTA-FEIRA (30) PARA SE ALISTAR NAS FORÇAS ARMADAS

Os jovens brasileiros do sexo masculino, que nasceram no ano 2000, têm até esta quarta-feira (30) para fazer o alistamento militar obrigatório. Lembrando que a partir deste ano, quem tiver inscrição no Cadastro de Pessoa Física (CPF) poderá fazer o alistamento para o Serviço Militar Obrigatório pela internet, por meio da página alistamento.eb.mil.br.

Depois de se alistar, os jovens podem acompanhar o processo seletivo por meio do site, podendo ser encaminhados à seleção geral ou serem dispensados. O coronel Rodrigo Alves, chefe do posto de recrutamento e mobilização da 11ª Região Militar, explica o passo a passo de quem precisa se apresentar às Forças Armadas.

“O serviço militar possui as seguintes etapas: o alistamento, após o alistamento o cidadão passa por uma fase chamada seleção geral, da qual são verificadas as capacitações dele, a parte física, a parte intelectual e, sendo apto nesta fase, a próxima fase seria então a designação, que ele é convocado para uma das organizações militares das Forças Armadas.”

Os rapazes que completam 18 anos neste ano e que ainda não têm CPF ou que têm dificuldade de acessar à internet, devem procurar a Junta de Serviço Militar (JSM) mais próxima de sua residência.

É preciso apresentar os originais de um documento de identificação, que pode ser uma certidão de nascimento, uma carteira de identidade, de motorista ou até mesmo a carteira de trabalho, duas fotos 3×4 recentes e um comprovante de residência. Aqueles que moram no exterior, devem procurar os consulados ou embaixadas do Brasil para fazer a inscrição.

Se o jovem perder o prazo, ele também fica em débito com o Serviço Militar. Isso causa restrições para obter ou prorrogar validade de passaporte; assumir cargo público; prestar exame ou matricular-se em qualquer estabelecimento de ensino; obter carteira profissional ou registro de diploma de profissões liberais e inscrever-se em concurso público.

Além disso, se perder o prazo, o jovem deve ir a uma junta, pagar uma multa de R$ 4,10, que aumenta por dia de atraso, e realizar o alistamento.

O Ministério da Defesa espera que um milhão e oitocentos mil cidadãos façam o alistamento neste ano, e que cerca de 100 mil sejam incorporados a organizações militares da Marinha, do Exército ou da Aeronáutica para o serviço militar.

Comentários

comments