POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL DESATIVA SETE POSTOS EM PERNAMBUCO

A falta de efetivo na Polícia Rodoviária Federal (PRF) fez com que sete posto de fiscalização fossem fechados. De acordo com o Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais, dos 23 postos que funcionam em Pernambuco, apenas 12 estão funcionando 24h por dia.

Os posto de Moreno, Carpina, Petrolina, Quipapá, Ribeirão, Caruaru e Salgueiro foram fechados, outros quatro estão funcionando sem horário determinado. “Por exemplo, aqui na Região Metropolitana do Recife, se tiver 3 acidentes com veículos ao mesmo tempo, um ou dois vão ter que ficar na fila esperando. No Grande Recife tem uma ou duas equipes apenas e quando essa equipe está atendendo um acidente, ela deixa de fiscalizar.”, explicou Thiago Arruda, presidente do sindicato dos Policiais Rodoviários Federais.

Em alguns postos, os policiais estão trabalhando no esquema de plantão, com quatro policiais por turno, para fiscalizar e comparecer nas vias que aconteceram acidentes. De acordo com informações passadas pelo sindicato, em média 50 policiais rodoviários trabalham por dia para da conta dos 2.300 km de rodovias no Estado.

Para que a grande demanda seja cumprida, o Ministro da Segurança, Raul Jungmann, anunciou um concurso para a contratação de 500 policiais rodoviários, mas para o presidente do sindicato dos Policiais Rodoviários Federais, esse número não irá surtir efeito. “500 vagas para o cargo de Policial Rodoviário para o Brasil não dá nem 20 policiais para cada estado, então é um número que é indiferente para a situação crônica de efetivo que temos hoje.”, falou Arruda.

Da TV Jornal

Comentários

comments