MINISTÉRIO DA SAÚDE IRÁ QUALIFICAR 15.330 AGENTES DE SAÚDE EM PERNAMBUCO

O Ministério da Saúde irá qualificar 15.330 agentes comunitários de saúde (ACS) e de combate às endemias (ACE) como técnicos em enfermagem no estado de Pernambuco. A medida faz parte da nova Política Nacional de Atenção Básica, que amplia a atribuição desses profissionais. Ao todo, serão investidos um bilhão e 250 milhões de reais na formação dos agentes, que terão o curso totalmente gratuito, livres de taxas, mensalidades ou quaisquer contribuições relativas à prestação do serviço. Segundo o ministro da Saúde, Ricardo Barros, o objetivo dessa formação é aprimorar e ampliar os atendimentos realizados à população.

“Poderão medir pressão, glicemia, fazer curativos, eventualmente algum procedimento necessário cuja formação de auxiliar técnico permita que eles já façam imediatamente, resolvendo o problema das pessoas que são visitadas nos domicílios, Portanto, vamos otimizar esse exército de agentes comunitários, são 350 mil em todo Brasil, que fazem visitas diárias. Milhões de brasileiros são visitados diariamente por esse agentes e nós queremos que isso se transforme em mais saúde para a população”.

O curso técnico em enfermagem para esses profissionais será ofertado por instituições de ensino públicas e privadas, habilitadas pelo Ministério da Educação e no Programa de Formação Técnica para Agentes de Saúde. Em todo o país, serão mais de 250 mil vagas de qualificação. A expectativa é de que, a partir de março, os agentes comunitários de saúde e de combate às endemias já possam dar início ao curso, que terá o prazo de dois anos para concluir a formação. Atualmente, segundo estimativa do Ministério da Saúde, até 30% dos agentes que atuam no SUS já possuem a formação em Técnico em Enfermagem.

Comentários

comments